São várias as perguntas sobre fabricação de blocos de concreto, mas a principal é: como abrir a minha fábrica? 

Separamos aqui algumas dicas para que você possa abrir sua fábrica de blocos de concreto da maneira correta e escolher o melhor equipamento de acordo com seu orçamento, de forma que você possa produzir blocos dentro das normas de qualidade e tornar a sua fábrica rentável e lucrativa.

#Dica 1: Conheça os tipos de blocos, vantagens, aplicações e normas

Para começar, você deve  entender profundamente sobre blocos e pisos de concreto, suas aplicações e normas – um dos pontos mais importantes! Aliás, não se pode simplesmente comprar uma máquina e sair produzindo. 

Para conhecer mais sobre características técnicas de blocos de concreto e pavimentos, você deve acessar os sites da ABCP (Associação Brasileira de cimento Portland), da ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas) e da Blocos Brasil.

Artigo sobre aplicações do cimento na ABCP

Artigo sobre aplicações do cimento na ABCP

 

#Dica 2: Pesquise o local onde irá fabricar blocos

Faça uma pesquisa local para verificar qual é o tipo de bloco e pavimento mais vendido, qual é a aceitação de cada um, qual é o perfil de cliente que mais compra e quais estão sendo as principais aplicações de cada material em sua região.

É sempre bom lembrar que o bloco de concreto é um negócio local. É praticamente inviável atender longas distâncias por conta do valor do frete, portanto, é muito importante fazer esses levantamentos antes mesmo de pensar em comprar o equipamento.

#Dica 3: Converse com o seu contador

O próximo passo é conversar com seu contador. Mas por que isso? Para abrir sua fábrica de blocos de concreto, você vai precisar de um terreno e, como todo tipo de negócio, esse ramo também possui suas particularidades e processos jurídicos. E um dos pontos mais importantes é saber se seu terreno permite esse tipo de atividade. 

Por isso é importante ter essa conversa com o seu contador, que irá fazer todo o processo contábil e jurídico para fazer a abertura da sua fábrica, além do auxílio para verificar se seu terreno pode ou não suportar uma fábrica de blocos.

#Dica 4: Qual equipamento alocar no meu espaço físico

Após conversar com seu contador e entender se o seu espaço físico atende suas necessidades, você precisará saber qual equipamento caberá neste espaço físico. Para isso, converse com potenciais fornecedores para verificar se o equipamento que você pretende adquirir pode ser alocado no espaço disponível, levando também em consideração se ele se encaixa em seu orçamento e se irá suprir suas expectativas em termos financeiros, em qualidade de produto e de quantidade produzida.

 

#Dica 5: Entenda sobre o equipamento

Verifique se o equipamento escolhido vai te oferecer aquilo que está dentro do seu investimento, lembrando sempre que você também terá custos com mão de obra, custos operacionais e de produção. 

Como todo equipamento mecânico, sua máquina de blocos também vai exigir manutenção preventiva e corretiva, então lembre-se de considerar a manutenção do equipamento como custo operacional.

#Dica 6: Considere o tempo de implantação e adaptação

Depois da aquisição dos equipamentos para fabricação de blocos, vai chegar o momento em que você irá instalar a sua fábrica. Se está começando o negócio, você provavelmente ainda não domina sobre traço e outros fatores presentes em uma fábrica. 

O tempo é o investimento mais importante. É com ele que você irá colocar em prática todas as pesquisas feitas anteriormente. 

Por isso, considere um tempo de adaptação e aprendizado até que, de fato, você consiga obter lucros em cima da sua fábrica de blocos.

#Dica Bônus

Quando você for fazer a pesquisa de equipamentos, fique atento a expectativa de produção que alguns fabricantes de máquinas de blocos de concreto fornecem.

Geralmente os fabricantes pegam vídeos curtos de 2 a 5 minutos de uma produção e multiplicam isso por 8 horas, passando a ideia de que você sempre irá entregar esse mesmo nível de produção durante todos os dias da semana. Na realidade, essa produção vai cair para 30% a 40%, considerando diversos fatores que podem ocorrer no dia a dia e dos equipamentos periféricos que você possui.

Lembrando sempre que é mais importante buscar a qualidade final do produto e depois a quantidade. Por isso, recomendamos levar em conta 30% a 40% da produção máxima, para caso chegue na hora H, você tenha produto o suficiente para atender a demanda de um cliente com produtos de ótima qualidade.

Um dono de uma fábrica de blocos precisa entender de tudo um pouco, como gestão de pessoas, porque precisará de funcionários para operar sua linha de produção. Também precisa entender um pouco de mecânica, porque a máquina irá exigir cuidados, como manutenção preventiva e corretiva. Vai precisar ser uma pessoa comercial para poder vender esses blocos produzidos, e entender também a parte financeira e contábil da sua empresa. Tudo isso para que, ao longo do tempo, sua fábrica seja rentável e gere lucro.

Principais aprendizados

  • É muito importante conversar com o seu contador, para que ele possa verificar se o seu terreno pode ou não ser usado para montar uma fábrica de blocos de concreto.
  • Sempre fique atento para a capacidade de produção do equipamento que você está pesquisando, pois muitos fabricantes costumam multiplicar poucos minutos da produção da máquina e passam esse número como capacidade máxima de produção.
  • Sempre busque qualidade do produto, depois quantidade. O mais importante!

Se você está começando a fabricar blocos e tem dúvidas ou já fabrica e quer aumentar a produtividade e qualidade da sua produção, fale agora mesmo com um de nossos consultores pelo Whatsapp para tirar suas dúvidas: https://bit.ly/3fNdFZG