ABNT NBR 12118

Você saber como testar seus blocos? Tem gente que acha que não precisa, tem gente que tem até medo de testar e descobrir que está fraco. E tem gente também que faz os testes mais esquisitos…

Vira e meche eu vejo alguém colocando um bloco no chão, de lado ou de topo, e subindo em cima para mostrar como ele é forte. É até engraçado ver o sujeito pulando em cima do bloco.

Olha, não sou contra os testes “qualitativos” que a gente faz para acompanhar a produção, pelo contrário. A gente pode pesar, molhar para ver a absorção superficial, bater com um martelo para ouvir o som metálico, etc.

Tudo isso é importante e nos dá pistas sobre a situação geral dos blocos. Mas….

Mas quando se trata de comprovar para um cliente que os blocos estão dentro do padrão a história é outra. É ai que entra a ABNT NBR 12118.

Quero dizer uma coisa, dar um conselho:

Se você puder, tenha um laboratório em sua fábrica. Se não puder, separe um valor mensal, pelo menos, para mandar testar uma amostra da sua produção em um laboratório.

Faça isso por dois motivos: O primeiro é porque você vai ter uma visão realista do seu trabalho e, segundo, você poderá utilizar isso como argumento de venda. Em alguns casos o cliente vai até exigir isso de você.

Não deixe de fazer os testes qualitativos para acompanhar a sua produção, eles são uma forma rápida de checar se as coisas estão indo bem. Ok?

Por que esta norma é tão importante então?

É só você responder às seguintes perguntas: você gostaria que seus blocos fossem testados de qualquer maneira? Como ter certeza que aquele resultado está correto?

Pois bem, esta norma veio para padronizar os métodos de ensaio que devem ser empregados para determinar as propriedades físicas e mecânicas especificadas e que devem ser alcançadas pelos blocos.

Nela você vai encontrar um breve “glossário” com os termos e definições mais utilizados.

A especificação do tipo e das características mínimas que os equipamentos devem ter para realizar os testes com precisão também está descrita nela.

Igualmente importante, os procedimentos para preparação das amostras e das condições para realização dos ensaios, estão lá.

Os ensaios devem ser passíveis de reprodução. Ou seja, se duas pessoas analisarem a mesma amostra, os resultados devem ser semelhantes. Isso só é possível quando você tem uma norma para orientar e padronizar.

Com isso você teve uma visão da importância de cada norma e como ela colabora para o sucesso do seu negócio de produção de bloos

No próximo artigo vamos falar sobre as normas para os blocos de pavimentação intertravada (pavers). Vale à pena ler.

Até breve.


Esse artigo é uma contribuição do Professor  Julio C. Filla para o blog da WM Máquinas. Instagram: @julio_filla | Linkedin | Whatsapp: (43) 99966-1966